Acesso Rápido

Mercado de terrenos está em alta

Compra de lotes atrai clientes interessados na construção da casa e investidores

Quem deseja um imóvel totalmente personalizado, ainda mais em tempos de pandemia e de home office, está encontrando na compra de terrenos a saída para concretizar esse sonho. E a tendência vem ganhando espaço como mostra um levantamento da plataforma OLX. Segundo a pesquisa, a procura por terrenos cresceu 52% no terceiro trimestre de 2020, em relação ao mesmo período de 2019. A coluna ouviu especialistas e, até sexta-feira, vai publicar dicas de como fazer um bom negócio, além de opções que valem tanto para o cliente final, aquele que vai morar, quanto para o investidor.

Bruno Mendes, gerente Comercial do Holiday Park Land, loteamento pronto em Itaboraí, afirma que este segmento está muito aquecido porque as pessoas procuram espaço, lazer e ar puro. “Você não perde quando se investe em imóvel ou terreno, pois o patrimônio se valoriza ao longo do tempo. No Holiday observamos uma alta de 87% na venda de terrenos em 2020. Foram mais de 500 unidades vendidas em quatro meses. E as previsões para este ano são ainda mais positivas”, conta Mendes.

O loteamento fica na RJ-114, que liga Maricá a Itaboraí. Os lotes legalizados têm tamanhos de 152 a 230 metros quadrados e valores a partir de R$ 58 mil. “Oferecemos uma negociação muito atraente que inclui entrada de R$ 1 mil, mais duas parcelas de R$ 750. O financiamento é direto conosco em até 240 meses, com prestações a partir de R$ 300”, explica Mendes.


Segurança na aquisição

 

Para quem deseja investir no segmento, confira as dicas do advogado Leandro Sender e do Bruno Mendes, gerente Comercial do Holiday Park Land:

- Verifique a documentação do terreno e dos proprietários para evitar comprar um lote que não esteja com a devida legalização ou com apontamentos que impeçam a alienação. Vale lembrar que se o proprietário quiser vender o terreno com a intenção de evitar penhora ou pagamento de algum credor, isso pode vir a ser considerada fraude e pode inviabilizar a venda.

- Analise qual o tipo de imóvel que será construído no terreno. Caso o objetivo da compra seja para fazer uma incorporação, ou seja, para construir um empreendimento, é preciso observar o Plano Diretor da cidade, qual o gabarito permitido, além de analisar se o solo é apropriado, pois, muitas vezes, ele impede a construção da casa. Por isso, é fundamental contar com o apoio de um engenheiro ou arquiteto.

- Se o terreno estiver em um loteamento, a orientação é procurar saber se ele é regular, pois existem muitos loteamentos clandestinos e isso pode dar muita dor de cabeça para o futuro proprietário do terreno.

- Analise a forma de pagamento: à vista e financiado pelo banco ou pela construtora.

- Se a opção for financiar pela construtora, visite o local, veja se o loteamento está 100% concluído, se está regularizado e o terreno com a matrícula individualizada.

- Observe o histórico da empresa e procure saber se ela tem outros empreendimentos entregues.

- Atenção com a região escolhida. A valorização acompanha o local do terreno.

- Fique atento aos serviços que já estão disponíveis no local como energia, água e gás, além da parte de saneamento básico.

- Conte com a ajuda de um arquiteto ou engenheiro para desenvolver o projeto da casa. Vale lembrar que para a construção é necessário o alvará que é expedido pela prefeitura local.

Fonte: https://odia.ig.com.br/colunas/panorama-imobiliario/2021/03/6116305-mercado-de-terrenos-esta-em-alta.html 
POR CRISTIANE CAMPOS
Publicado 30/03/2021 18:56 | Atualizado 30/03/2021 19:04

Mercado de terrenos em alta